ff

Florianópolis ME - blog@florianopolis.me
domingo, 22 de janeiro de 2012
Interdição da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, completa 30 anos

Estima-se que o poder público já gastou com a ponte cerca de R$ 100 milhões.

Neste domingo, lá se vão 30 anos de fechamento do tráfego da Ponte Hercílio Luz. Desde o dia 22 de janeiro de 1982, a data da interdição, Florianópolis convive com a promessa de restauração. As três décadas se passaram, milhões foram despejados para manutenção e reforma, mas nada de abrir novamente. Nem para pedestres.A obra continua em ritmo lento, a sua marca registrada.
 
Atualmente, estão sendo colocadas estacas para a estrutura que será montada para dar suporte ao trabalho no vão central. Uma delas sucumbiu recentemente no mar. Ainda não se sabe como. Estima-se que, depois de ser fechada, o poder público gastou com a ponte cerca de R$ 100 milhões.
 
Se for considerado o tempo desde que a manutenção começou, no início dos anos 1960, a cifra sobe para R$ 135 milhões. Os dados foram obtidos pelo Diário Catarinense em levantamento pedido ao Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra).
 
No site do Sistema Integrado de Controle de Obras Públicas (Sicop), onde o governo do Estado divulga informações da movimentação financeira de obras, é possível conferir apenas os números dos contratos recentes (Consórcio Monumento). Uma outra forma de saber mais sobre o dinheiro injetado na ponte é por consultas a arquivos históricos da Biblioteca Pública, no Centro.
 
Além dos jornais, há livros sobre a história da ponte e as ações de tentativa de reabilitação. Há relatos, por exemplo, de que o gasto médio mensal com manutenção era de R$ 150 mil. Também constam informações de períodos sem ação nenhuma: de agosto de 1998 a dezembro de 1999 a manutenção foi interrompida por falta de recursos.
 
A restauração era para ser concluída em maio deste ano, quando a ponte completa 86 anos de existência, mas foi adiada para 2014. A justificativa é a mesma: não há recursos disponíveis. Nos cálculos do governo, a recuperação completa custará R$ 170 milhões. Faltaria investir ainda R$ 132.077.582,63.
 
E de onde virá essa quantia? O governo catarinense quer captar R$ 75 milhões com a Lei Rouanet, onde empresas apoiam o projeto e deduzem o valor de impostos. Os secretários de Turismo, Cultura e Esporte, Cesar Souza Junior, e de Infraestrutura, Valdir Cobalchini, afirmam que tiveram essa garantia da ministra da Cultura, Ana de Hollanda, em Brasília, na última quarta-feira.
 
Entre tantos encontros e reuniões, a nova data tão esperada a partir de agora será de 12 a 14 de março, quando haverá audiência do conselho gestor da Lei Rouanet, em Florianópolis. Depois, a fase será de mobilização com o empresariado e a Federação das Indústrias de SC (Fiesc). No Brasil, mobilização semelhante pela Rouanet aconteceu para a reforma do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. A captação por esta forma teria sido R$ 50 milhões para a sua restauração, valor inferior ao projetado para a Hercílio Luz.
 

Postado por WM Internet as 11:05 e tem 0 comentarios
0 Comments:

Postar um comentário

Voltar ao blog



Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 

 

٬timos Posts

No litoral de Santa Catarina, águas varia entre ve...
Conheça os perigos dos fogos de artifício no révei...
Florianópolis conta com 270 guarda-vidas para a se...
Blogueiro mais polêmico de Santa Catarina foi enco...
Florianópolis tem a terceira cesta básica mais car...
Sem manutenção, ciclovias e ciclofaixas não garant...
Em duas horas, dois carros se envolvem em acidente...
Florianópolis vira palco para mais de 600 artistas...
Taxas cobradas pelo Detran de Santa Catarina devem...
Censo 2010: Santa Catarina tem 500 mil mulheres a ...

Arquivos

Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012 Maio 2012 Junho 2012 Setembro 2012 Outubro 2012 Novembro 2012 Dezembro 2012 Fevereiro 2013 Março 2013 Abril 2013 Maio 2013 Junho 2013 Agosto 2013 Outubro 2013 Outubro 2015

 

 

 

WM INTERNET