ff

Florianópolis ME - blog@florianopolis.me
terça-feira, 7 de fevereiro de 2012
Santa Catarina apresenta o maior nível de bem-estar econômico do Brasil, aponta pesquisa

 
Estado obteve as melhores posições nos quesitos qualidade de vida e boas condições econômicas
Santa Catarina apresenta o maior nível de bem-estar econômico do Brasil, aponta pesquisa
Santa Catarina é o estado do Brasil com maior nível de bem-estar ecônomico, aponta uma pesquisa da Escola Superior de Agricultora Luiz de Queiroz, da USP. Nos anos de 2002 e 2008, foram avaliados as taxas de consumo, capital, equidade social e seguridade econômica, o que garantiu aos catarinenses as melhores posições nos quesitos qualidade de vida e boas condições econômicas.
 
Outros estados que ficaram bem colocados, nos dois anos avaliados, foram São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná. Os piores índices foram obtidos por Alagoas.
 
O estudo da USP utilizou um novo indicador de acesso aos recursos econômicos, o Índice de Bem-Estar Econômico (IBEE), que leva em consideração quatro variáveis: os fluxos de consumo, obtido pelos indicadores de consumo privado e consumo público; riqueza real — legado intergeracional, resultante dos indicadores capital físico, capital humano, gastos com pesquisa e desenvolvimento e débito público; equidade, construída a partir do Índice de Gini (índice de desigualdade de renda) e do Índice FGT (índice de intensidade de pobreza); e seguridade econômica, formada pelo indicadores de risco de desemprego, risco financeiro associado à doença, risco de pobreza em idade avançada e risco de violência.
 
A pesquisa foi motivada pela necessidade de construção de um indicador sintético de bem-estar econômico que fosse capaz de englobar os aspectos de padrão de vida decente. O índice é importante para subsidiar a implementação e o monitoramento de políticas públicas, além de tornar transparente a situação econômica da população.
 
PIB e PIB per capita
 
Atualmente, o indicador mais utilizado para mensurar o bem-estar econômico é o Produto Interno Bruto (PIB), além de sua variante, o PIB per capita, o qual considera apenas a renda como medida de bem-estar. O PIB mede o total de bens e serviços produzidos em uma economia, enquanto o PIB per capita pondera esse valor total em relação ao tamanho da população. O novo índice considera também os fluxos de consumo, distribuição de renda e seguridade econômica.

Postado por WM Internet as 15:50 e tem 0 comentarios
0 Comments:

Postar um comentário

Voltar ao blog



Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 

 

٬timos Posts

Interdição da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis...
No litoral de Santa Catarina, águas varia entre ve...
Conheça os perigos dos fogos de artifício no révei...
Florianópolis conta com 270 guarda-vidas para a se...
Blogueiro mais polêmico de Santa Catarina foi enco...
Florianópolis tem a terceira cesta básica mais car...
Sem manutenção, ciclovias e ciclofaixas não garant...
Em duas horas, dois carros se envolvem em acidente...
Florianópolis vira palco para mais de 600 artistas...
Taxas cobradas pelo Detran de Santa Catarina devem...

Arquivos

Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012 Maio 2012 Junho 2012 Setembro 2012 Outubro 2012 Novembro 2012 Dezembro 2012 Fevereiro 2013 Março 2013 Abril 2013 Maio 2013 Junho 2013 Agosto 2013 Outubro 2013 Outubro 2015

 

 

 

WM INTERNET